EMPATIA ONLINE

“O reconhecimento e respeito aos outros, aos diferentes de nós, é um passo fundamental para o fortalecimento da democracia e a promoção da transformação social em direção a uma sociedade mais justa. Parar para escutar atentamente uma outra pessoa é um desafio enorme. A realização da instalação “Caminhando em seus Sapatos”, do Museu da Empatia, em 2017 nos mostrou o poder que histórias reais têm nesse processo. Não seria diferente com o Empatia online.”Andrea Buoro

 

2020 foi um marco na história de todos os brasileiros. Nele, por conta do extenso período de confinamento em virtude da pandemia pelo COVID19, muitas relações interpessoais migraram para as plataformas digitais e acirraram-se as polaridades em torno de temas humanitários. Foi nesse contexto que o Intermuseus realizou o projeto Empatia Online.

 

Empatia online foi a transposição para o meio virtual da instalação sensorial “Caminhando em seus sapatos...” do Museu da Empatia, realizada pelo Intermuseus no Brasil em 2017. Toda a experiência digital aconteceu no website empatiaonline.org, desenvolvido exclusivamente para o projeto e onde foram disponibilizadas as 25 histórias orais que fazem parte do acervo e onde foi adaptado a maioria dos procedimentos que aconteciam na exposição física.

 

Empatia Online aconteceu no período entre 12 de dezembro de 2020 a 25 de janeiro de 2021 e foi dividido em quatro módulos temáticos semanais, cada um com um conjunto de 6 a 7 histórias e um webinar relacionado ao tema, mas sempre relacionada às questões de direitos humanos e à promoção de empatia mútua entre o visitante e o personagem da história.

 

  • Semana 1: “À margem: Empatia aproxima pessoas que não estão ao nosso lado”. (12 a 20 de dezembro de 2020)

  • Semana 2: “Histórias de família: Empatia nos transforma numa grande família”. (4 a 10 de janeiro de 2021)

  • Semana 3: “Corpos, limites e superações: Empatia nos inspira a superar os limites”. (11 a 17 de janeiro de 2021)

  • Semana 4: “Diversidade e identidade: Empatia ajuda a acessar identidades das pessoas”. (18 a 25 de janeiro de 2021)

Cada grupo de narrativas ficou disponível por tempo limitado à respectiva semana a fim de ressaltar o caráter efêmero e único dessa escuta profunda a cada um dos depoimentos. Além das histórias, o projeto Empatia Online realizou um total de cinco webinares – conversas digitais – com especialistas no campo da empatia, mas também pessoas de destaque por sua visibilidade e ativismo em prol dos Direitos Humanos.

“À margem: Empatia aproxima pessoas que não estão ao nosso lado”.

Webinar com:

Melina Risso - Diretora de Programas do Instituto Igarapé e co-autora do livro Segurança Pública para virar o jogo. Atua com o tema da Segurança Pública há mais de 15 anos e foi diretora do Instituto Sou da Paz.

Gabriel Guimarães - Proprietário do restaurante vegetariano Humus Gourmet em São Paulo. Além de se preocupar em servir uma comida de qualidade, ele ajuda pessoas em situação de rua, experiência que ele viveu e superou.

                                                                                                           

“Histórias de família: Empatia nos transforma numa grande família”.

Webinar com

Tai Castilho - Terapeuta Familiar, Fonoaudióloga e Mestre em Psicologia Social pela PUC/SP. Fundou em 1990, o Instituto de Terapia Familiar de São Paulo. Vem se dedicando desde 1988 às atividades de terapia e estudos das relações familiares, do ponto de vista clínico e teórico.

Vanessa Haigh - Mediadora de conflitos formada em Harvard, trabalhou em Boston e hoje atua no Brasil como mediadora, professora de mediação e consultora de projetos nas áreas de trabalho em equipes, comunicação e desenvolvimento organizacional.

“Corpos, limites e superações: Empatia nos inspira a superar os limites”.

Webinar com

Cintia Lima - Formada em Ballet Clássico, Fisioterapia e Reabilitação Pediátrica. Fundou a Associação Solidariedança de Arte e Cultura, onde é coordenadora pedagógica, e leciona dança em cadeira de rodas. Coautora do livro “Educação Física Inclusiva na educação básica”.

Luana Carvalho - Militante das questões de corpo, de raça e de classe e idealizadora do movimento Carnaval sem Gordofobia. Faz seu ativismo por meio da criação de conteúdo nas redes sociais. Suas reivindicações anti-gordofobia visam romper com o lugar de privilégios na sociedade.

“Diversidade e identidade: Empatia ajuda a acessar identidades das pessoas”.

Webinar com

Ednéia Gonçalves - Coordenadora executiva adjunta da ONG Ação Educativa. Atua como formadora na área de Educação de Jovens e Adultos na África. É autora de artigos sobre educação e relações étnico-raciais, direitos humanos e equidade.

Anne Mota - Atriz protagonista do filme Alice Junior. Começou seu processo de transição como mulher trans aos 15 anos e atualmente faz o canal Transtornada onde conta sua jornada como fonte de inspiração para outras jovens.

                                                                                                             ´

                    

“Empatia e Direitos Humanos”.

Webinar com

Marilia Bonas - Historiadora, especialista e mestre em museologia social. Atua há 20 anos na área de museus com especial interesse na relação de museus e direitos humanos. Foi diretora do Museu do Café, do Museu da Imigração e coordenou o Memorial da Resistência de São Paulo. Atualmente é diretora do Museu da Língua Portuguesa e membro do corpo diretivo do Conselho Internacional de Museus - Brasil (ICOM)

Daniel Annenberg - Formado em Administração Pública e Ciências Sociais. Ex-vereador pelo PSDB eleito em 2016. Foi um dos criadores do Poupatempo, diretor-presidente do Detran e Secretário Municipal de Inovação e Tecnologia. Na Câmara, foi autor do projeto por uma Política Municipal de Linguagem Simples, para simplificar a comunicação entre a prefeitura e a população. Foi também autor de projeto de Lei de fomento a Negócios de Impacto Social, sobretudo o empreendedorismo periférico.

Thiago Vinicius - Articulador cultural no Campo Limpo. Foi o criador do Banco Comunitário União Sampaio e da Agência Solano Trindade onde fomenta o empreendedorismo periférico, a cultura e o empoderamento através do conhecimento. Thiago considera ser sua missão inserir a periferia nas páginas de economia, negócios e cultura.

---

O website empatiaonline.org foi visitado por mais de 7mil pessoas em sua maioria jovens entre 18 e 34 anos. Além do Brasil, ele alcançou diversos países como Estados Unidos, Canadá, Taiwan e Inglaterra.

 

Esse projeto foi idealizado e realizado pelo Intermuseus, em alinhamento com o Museu da Empatia, e teve o apoio da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania da Cidade de São Paulo e do vereador Daniel Annenberg.

Empatia Online pode ser oferecido novamente ao público. Caso haja o interesse em apoiá-lo, entre em contato com intermuseus@intermuseus.com.br